Siga o Tricolor nas Redes

Ratinho prestes a completar 50 jogos

Com 19 vitórias, 14 empates e 16 derrotas, e um gol anotado, Edson Ratinho está prestes a completar seu 50º jogo com a camisa do Joinville. O lateral-direito pode alcançar a marca se estiver em ação no duelo das 19h30 de sábado, fora de casa, contra o Camboriú, pela sexta rodada do Campeonato Catarinense. E ainda chegaria ao número na primeira partida desde o retorno do técnico Hemerson Maria. Na entrevista coletiva na tarde de quinta-feira, no CT Morro do Meio, o atleta falou sobre o treinador que conhece da campanha do título da Série B do Campeonato Brasileiro, em 2014.
IMG_8668
Leia trechos da entrevista ou ouça a íntegra em áudio.
“Foi um grupo que se fechou e se uniu, é o que tentamos fazer. Agora é outra filosofia, o Hemerson Maria é um treinador que gosta que o time saia jogando com a bola de trás. Ele passa vídeos dos nossos lances. Ele começou a treinar, cobrou começarmos com a bola no pé. Infelizmente isso não ocorria, havia ligação direta, o Hemerson não gosta muito. Tem também os meninos para se adequarem e que tenhamos êxito também”.
“Acho que o que precisamos é ter um grupo mais unido e fechado. Sempre falo nos jogos em que participo é de que precisamos ter uma equipe mais falante, no vestiário e no campo. Gosto de falar e de alertar, mas há atletas que não são assim. Quem não é assim precisa mostrar mais em campo. Precisamos de sintonia para um ajudar o outro, evitarmos erros de comunicação, como havia em 2014. Isso melhora a produção em campo”.
“Temos de vencer e vencer bem. É importante isso, seja em casa ou fora. Temos de saber explorar os pontos fracos do adversário”.

Compartilhe a Matéria
Rolar para cima