Siga o Tricolor nas Redes

JEC vence, convence e volta pra briga

23
No dia em que os confrontos foram entre Joinville e Coritiba, na categoria sub 20 e no profissional, só deu JEC. A tarde p Tricolor eliminou os paranaenses da Copa do Brasil sub 20 ao empatar no Couto Pereira por 0 a 0. A noite, foi pra lavar a alma, vitória e goleada pra cima do Coxa por 3 a 1, com direito a três pênaltis na partida, sendo dois pro Coritiba que marcou só uma vez, isso porque o árbitro mandou voltar a segunda defesa do goleiro Agenor.
Uma noite para ficar na memória de muitos. Em dois minutos um pênalti marcado para cada lado, isso quando estava 0 a 0.
No começo da partida as duas equipes se igualavam nas ações de jogo. O Joinville foi melhorando após os 7 minutos da primeira etapa quando chegou com perigo pela primeira vez. Mas o jogo pegou fogo quando aos 30 minutos do primeiro tempo o árbitro marcou pênalti de Ratinho. Na cobrança de Kleber Gladiador, Agenor defendeu. Um minuto mais tarde, Kempes recebeu de costas e foi puxado, pênalti para o Joinville. Na cobrança Marcelinho Paraíba colocou nas redes e abriu o marcador. Joinville 1 a 0.
O Coritiba sentiu o gol e o Tricolor se fez valer desta situação. Teve pelo menos mais 3 chances de ampliar o marcador, ainda na primeira etapa, mas o placar do primeiro tempo ficou mesmo no 1 a 0 para o JEC.
Na segunda etapa, logo aos 5 minutos a primeira alteração. PC Gusmão tirou Edson Ratinho para a entrada de Arnaldo. Aos 13 minutos, após cobrança de falta pelo setor direito de Marcelinho Paraíba, Rafael Donato entrou como um foguete na segunda etapa e de cabeça ampliou o marcador. Joinville 2 a 0.
Do outro lado o goleiro Agenor segurava o placar com grandes defesas e com muita segurança na meta Tricolor.
Aos 29 minutos o Joinville ampliava o marcador. Jogada de Kempes pela direita, a bola foi tocada na marca do pênalti para Kadu, o garoto que veio da base do tricolor, com tranquilidade colocou para o fundo das redes ampliando para O Joinville e marcando o seu primeiro gol como profissional. Joinville 3 a 0.
Aos 39 minutos o árbitro marcou mais um pênalti para o coxa, pênalti cometido pelo goleiro Agenor. Na cobrança de Kleber Gladiador, Agenor mais uma vez defendeu, mas o árbitro Marcelo de Lima Henrique mandou voltar alegando que Agenor se adiantou na cobrança. Na segunda tentativa o Coritiba descontou através de Henrique.
Depois disso poucas chances para os dois lados e vitória Tricolor por 3 a 1. O Joinville volta a campo no sábado, às 21hs, diante do Figueirense, na Arena Joinville.
Ficha técnica:
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (PE)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (Fifa/BA) e Dilbert Pedrosa Moisés (RJ)
Renda e público: R$ 108.835,00 – 7.416 presentes
Cartões amarelos: Edson Ratinho, Marcelinho Paraíba, Arnaldo, Lucas Crispim e Guti (JOI); Walisson (COR)
Gols: Marcelinho Paraíba – 31’/1ºT (1-0), Rafael Donato – 11’/2ºT (2-0), Kadu – 27’/2ºT (3-0) e Henrique Almeida – 43’/2ºT (3-1)
JOINVILLE : Agenor; Edson Ratinho (Arnaldo – 6’/2ºT), Rafael Donato, Guti (Domingues – 42’/2ºT) e Diego (Rogério – 33’/2ºT); Anselmo, Kadu, Marcelinho Paraíba e Lucas Crispim; Ricardo Bueno e Kempes. Técnico: Paulo Cesar Gusmão
CORITIBA : Vaná; Leandro Silva, Walisson, Juninho e Carlinhos; João Paulo (Thiago Galhardo – 14’/2ºT), Lúcio Flávio e Alan Santos; Negueba (Ruy – 14’/2ºT), Henrique e Kleber Gladiador. Técnico: Ney Franco

Compartilhe a Matéria
Rolar para cima