Siga o Tricolor nas Redes

Vitória em clássico e adeus lanterna

11
O Joinville venceu, convenceu e abandonou a lanterna da série A do Campeonato Brasileiro. As mudanças efetuadas durante a semana incentivaram a equipe, deram um ânimo diferente e uma nova atmosfera pairava no CT Morro do Meio, que se transferiu pra dentro do vestiário antes de partida.
Em campo o Joinville mostrou muita determinação, raça, vontade e fez o placar que lhe interessava para largar a lanterna da competição. A vitória por 2 a 0 fez que o tricolor subisse duas casas na tabela de classificação, deixando para trás o Vasco, próximo adversário, e o Coritiba, que agora assumiu a lanterna da série A.
No banco de reservas PC Gusmão não parou um segundo, jogava com a equipe, que atendia dentro de campo. A presença do garoto Kadu, vindo da base, não comprometeu em nada, pelo contrário, ele foi um dos destaques da equipe e em certo momento quase marcou.
Naldo foi outro que assumiu a responsabilidade na ausência do volante Anselmo, suspenso pelo terceiro amarelo. Naldo foi Naldo e dessa maneira o torcedor matou a saudade do guerreiro da série B foi compensada nesta tarde de domingo.
Os gols. Na primeira etapa, em uma jogada de Willian Popp pela direita, o cruzamento e aí a lambança da defesa do Avaí. Juci foi o último a tocar na bola e o gol foi contra, na súmula do árbitro da partida. O Joinville abria o marcador e fazia o torcedor sorrir aliviado na Arena.
Na segunda etapa, depois de uma cobrança de escanteio, o zagueiro Guti marcou o primeiro gol dele com a camisa Tricolor, e na comemoração homenagem para a esposa Nathalya que espera a primeira filha do casal, Maria Valentina.
Final de jogo na Arena Joinville, JEC 2 X 0 Avai. O Tricolor volta a campo no domingo, ás 11hs, contra o Vasco, no Maracanã.
Ficha:
JOINVILLE – Agenor; Arnaldo, Bruno Aguiar, Guti, Diego; Naldo, Kadu, Marcelo Costa (Marcelinho Paraíba), William Popp (Silvinho); Marion (Lucas Crispim) e Kempes. Técnico: PC Gusmão.
AVAÍ – Vagner; Jéci, Emerson (Roberto), Antonio Carlos, Nino Paraíba; Renan, Eduardo Neto (Tinga), Renan Oliveira, Eltinho; Tauã (Rômulo) e André Lima. Técnico: Gilson Kleina.
GOLS – Jéci (contra), aos 39 minutos do primeiro tempo; Guti, aos 15 minutos do segundo tempo.
CARTÕES AMARELOS – Marcelo Costa e Silvinho (JEC); Eduardo Neto (Avaí).
ÁRBITRO – Rodrigo D’Alonso Ferreira
PÚBLICO – 11.245 torcedores.
RENDA – R$ 156.985,00.

Compartilhe a Matéria
Rolar para cima