Siga o Tricolor nas Redes

Mesmo líder, Maria contém euforia

O Joinville venceu a sexta das sete partidas do returno do Campeonato Brasileiro e abriu cinco pontos do segundo colocado. Faltam duas rodadas para o término da fase e o JEC está próximo de conquistar a vaga na final do estadual. A alegria por isso, no entanto, é passageira. Após o 3 a 0 sobre o Inter de Lages, em entrevista coletiva, o técnico Hemerson Maria conteve qualquer sentimento de euforia.
_MG_5147
Leia trechos da entrevista ou ouça a íntegra em áudio (clique aqui).
“Vestiário estava alegre e precisamos baixar a poeira. Não pode haver euforia, temos de ser inteligentes, fazermos uma semana forte. O jogo pode ser ganho em uma semana de trabalho. Essa semana será importante, Podemos dar o passo no estadual e o primeiro na Copa do Brasil na seguinte. A euforia não vai passar para nós. Vamos trabalhar forte, nos dedicar muito e dar alegria ao torcedor, para que a equipe evolua cada vez mais e atinjamos os nossos objetivos”.HM2 (2)
d“Equipe tem mais o que evoluir. Você nota que ainda há jogadores travados. Estamos em evolução com os defensores, tivemos boa marcação pressão do início do jogo. Temos de fazer isso por mais tempo e duração. A tendência é continuar assim, e ir melhorando.
“Mais uma vez parabenizo o trabalho de base do Joinville, todas as pessoas envolvidas. Me ajudam na preparação. O trabalho do Joinville é legal e a tendência +e colhermos frutos daqui para frente”.
“A grande dificuldade da próxima rodada, entre tantas é a equipe da Chapecoense, porque tem qualidade técnica, dois ou três jogadores por posição. Estão esperando que a gente deslize para se aproveitarem. Temos vantagem, mas não podemos nos abraçar a ela. Temos de ir lá e finalizar o turno no domingo. Mesmo que consigamos a vaga na final, ainda acho que a Chapecoense é grande favorita. Mas o Joinville quando chega, vem forte, porque a camisa é forte.

Compartilhe a Matéria
Rolar para cima