Siga o Tricolor nas Redes

Maria resume: “Fomos superiores”

Ainda que no retorno à área técnica tricolor na Arena Joinville não tenha sido com vitória, o treinador Hemerson Maria gostou do JEC que enfrentou a Chapecoense. Na entrevista coletiva após o 0 a 0, pela oitava rodada do turno do Catarinense, o comandante do Joinville ressaltou a atuação boa da equipe. Foram três bolas na trave e um triunfo que pareceu próximo.
Leia trechos da entrevista ou ouça a íntegra em áudio.
28022016-Sessão do Studio-104-13
“O futebol é complexo. Hoje não faltou finalização e não tomamos gol. Teve dificuldade quando demos espaço para que trabalhassem a bola. Ficamos um pouco acuados e com problemas na transição. Não fosse a consistência defensiva, poderíamos ter tomado gol e no decorrer do jogo. O segundo tempo o Joinville dominou integralmente, não lembro do Jhonatan fazer alguma defesa, e imprimimos uma intensidade forte. Foi um jogo desgastante, com atletas no limite. Vejo como um jogo positivo. Enfrentamos o líder e time invicto e fomos superiores. Isso nos dá certeza grande de que vamos crescer e com a possibilidade de crescer no segundo turno”.
“Torcedor do Joinville cobra bastante e em 2014 o grupo deu respaldo. O que falei ao grupo na época é que os anos de ausência de títulos e da primeira divisão não eram uma responsabilidade do grupo naquele momento. O torcedor vaiava o passado. A atuação de hoje é digna de aplauso, e isso ocorreu. Sabemos que estamos sem vencer, mas não deixamos de buscar a vitória. O que ocorrer de agora em diante, e me coloco como responsável, é nosso. Temos condição de brigar pelo segundo turno. Foi o jogo em que metemos três bolas na trave e, com eficiência, seria de uma grande vitória. Não tenho o sentimento de derrota, mas que vamos colocar o Joinville no caminho das vitórias”.
“Temos a possibilidade de definir os jogos e não o fizemos. Foi assim contra o Inter de Lages. Fizemos o gol e tivemos mais oportunidades. Temos uma equipe com uma média de 23 anos. Tem atletas com potencial incrível, tivemos disponíveis com boa formação. Temos que entender que este é o grupo que nós temos. Cabe a nós da comissão técnica tirar o máximo. O torcedor veio à Arena Joinville, incentivou e fez seu protesto pacífico ao final. Vamos chegar ao ponto de vencer e chegar ao resultado que todos querem”.
“Crescemos gradativamente e não acredito em progresso rápido. Tem atleta se familiarizando com termos que uso no trabalho. Estamos alfabetizando os jogadores, sem desmerecer alguém. A evolução pode ser vista aos olhos nus, e podem evoluir ainda mais”.

Compartilhe a Matéria
Rolar para cima