Siga o Tricolor nas Redes

JEC perde em Porto Alegre

capa
O final da tarde de sábado não foi como o esperado pela comissão técnica e jogadores do Joinville Esporte Clube. Com duas vitórias consecutivas, jogando em casa, a expectativa era de buscar mais 3 pontos na luta contra o rebaixamento. Apresentar de em certos momentos a equipe ter jogado melhor e até criado mais chances claras de gol, que saiu com os três pontos foi o Internacional.
A primeira grande chance foi do Joinville. Anselmo roubou uma bola na saída errada dos donos da casa, ao seu lado tinha Kempes e Ricardo Bueno pedindo a bola, se tocasse Anselmo deixaria Kempes na cara do gol, o volante tentou o drible e acabou desperdiçando uma grande oportunidade.
A primeira etapa teve outros lances de ataque de ambas as equipes, mas sem muitas chances claras de gol. Ainda no final do primeiro tempo, Ricardo Bueno sofreu um entorce no joelho esquerdo e teve que deixar o gramado. Em seu lugar entrou Edigar Junio.
No segundo tempo o Joinville segurou os primeiros 15 minutos do Inter. Em uma única jogada de erro de marcação o Inter se aproveitou, e aos 19 minutos do segundo tempo abriu o marcador, através de Vitinho, escorando o cruzamento de Dalessandro, Inter 1 a 0.
Poucos minutos depois o Joinville chegou com mais uma chance clara de gol. Anselmo tabelou com Edigar Junio e colocou na frente, ele bateu cruzado, a bola tinha endereço certo, mas Alisson conseguiu dar um leve toque e colocar para escanteio, salvando o Inter de levar o gol de empate.
O Joinville teve mais uma grande oportunidade de empatar. Em jogada pelo lado direito, Edson Ratinho recebeu, foi na linha de fundo e cruzou para trás, na disputa da bola entre Willian Popp e o goleiro Alisson, o árbitro marcou falta de ataque. Popp deixou o campo sentindo a pancada na perna.
O Inter não fez mais nada na partida e Agenor não fez nenhuma defesa difícil, mas o placar final acabou favorecendo os donos da casa. Final de partida Internacional 1 X 0 Joinville.  O Tricolor volta a campo no próximo sábado para enfrentar a Ponte Preta, em Campinas.
Ficha Técnica:
Data: 23/10/2015 (sábado)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Público: 22.479 pessoas (19.133 pagantes)
Renda: R$ 462.580,00
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Auxiliares: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Hélcio Araújo Neves (PA)
Cartões amarelos: Vitinho (INT); Kempes, Marcelinho Paraíba (JOI)
Gols: Vitinho, aos 19 minutos do segundo tempo
INTERNACIONAL: Alisson; William, Réver, Juan e Ernando; Rodrigo Dourado, Nilton, Alex (D’Alessandro) e Anderson (Eduardo Sasha); Valdívia (Wellington) e Vitinho
Técnico: Galego (interino por suspensão de Argel Fucks)
JOINVILLE: Agenor; Edson Ratinho, Rafael Donato, Guti e Diego; Naldo, Anselmo, Lucas Crispim (Willian Pope (Marion)) e Marcelinho Paraíba; Ricardo Bueno (Edgar Junio) e Kempes
Técnico: Paulo César Gusmão

Compartilhe a Matéria
Rolar para cima