Siga o Tricolor nas Redes

JEC arranca empate heroico em Curitiba

10
Com 3 jogadores a menos o Joinville demonstrou o verdadeiro espírito da série A mais uma vez. O empate sem gols e com dois a menos com relação ao Atlético, o ponto conquistado fora de casa foi muito valorizado pela comissão técnica e diretoria.
As duas equipes iniciaram a partida buscando o campo de ataque.  O Atlético com um pouco mais de intensidade explorando a velocidade de Eduardo, pelo lado direito do ataque dos donos da casa. O Joinville apostava em uma bola roubada para buscar o contra ataque.
O atlético chegou com perigo ao gol do tricolor primeiro. Em um lance dentro da área, Walter ajeitou para Marcos Guilherme, Agenor mostrou porque vem sendo considerado o melhor goleiro da série A, ele fez uma defesa em um chute a queima roupa e assegurou o 0 a 0.
Depois disso o Atlético tentava chegar, Hernani bateu uma bola cruzada que passou a frente do goleiro Agenor e foi pela linha de fundo.
O Joinville chegou em 3 oportunidades claras de gol. Na primeira a zaga do Atlético se atrapalhou e Kempes deu um leve toque na bola que explodiu  no peito do goleiro Weverson. Na segundo oportunidade, na batida de Lucas Crispim, novamente Weverson defendeu no canto. Na terceira, e mais clara, chance de gol, Edson ratinho recebeu na entrada da área pelo lado direito e bateu forte, a bola subiu demais e foi pela linha de fundo.
O ponto negativo do primeiro tempo no Tricolor foi a expulsão do lateral esquerdo Diego, por ter recebido o segundo amarelo, aos 28 do primeiro tempo, mesmo assim o Joinville segurou o placar fechado no primeiro tempo.
A segunda etapa reservada requintes de tortura ao coração do Jequiano. O Atlético insatisfeito com o empate se jogou pra cima do Tricolor. Mas o JEC, demonstrando uma garra incontestável, segurou todas as ações.
Não bastava a pressão do Atlético o Joinville teve mais dois jogadores expulsos na segunda etapa.
O árbitro expulsou Alef (JEC) e Marcos Guilherme (Atlético PR), por baterem boca. No final da partida ele colocou pra fora Edson Ratinho, o Joinville com dois homens a menos em campo em comparação ao Atlético e com 3 jogadores expulsos segurou um empate heroico na Arena da Baixada.
Final de partida Atlético PR 0 X 0 Joinville. O Tricolor volta a campo na quarta-feira, 09/09, para enfrentar a Chapecoense na Arena Joinville. Expectativa da casa lotada.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 0 X 0 JOINVILLE
 
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 05 de setembro de 2015, sábado
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Carlos Augusto Nogueira Junior (SP) e Daniel Paulo Ziolli – SP (Asp. Fifa – SP)
Cartões amarelos : Marcos Guilherme, Dellatorre e Ewandro (Atlético-PR); Diego, Fernando Viana e Kadu (Joinville)
Cartões vermelhos: Marcos Guilherme (Atlético-PR); Diego, Alef e Edson Ratinho (Joinville)
ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Wellington (Cryzan), Kadu e Sidcley; Deivid, Hernani, Hernández (Dellatorre), Marcos Guilherme e Nikão; Walter
Técnico: Milton Mendes
JOINVILLE: Agenor; Mario Sérgio, Bruno Aguiar, Alef e Diego; Naldo, Kadu, Edson Ratinho e Marcelinho Paraíba (Fernando Viana); Lucas Crispim (Juninho) e Kempes (Domingues)
Técnico: PC Gusmão

Compartilhe a Matéria
Rolar para cima