Siga o Tricolor nas Redes

JEC vence e segue invicto

45
Foi mais um jogo duro, difícil, com adversário marcando forte, sem espaços, mas o Joinville arrancou a primeira vitória no Estadual de 2015. O Marcílio Dias vendeu caro a derrota, mas na garra, na raça e determinação o Tricolor venceu pelo placar mínimo e somou mais 3 pontos na classificação.
O Joinville começou colocando pressão pra cima do adversário pressionou praticamente o primeiro tempo inteiro, teve boas jogadas pelos lados, principalmente com Rogério e Bruno Furlan, mas não conseguiu reverter em gols as boas jogadas.O primeiro tempo ficou com placar fechado.
Na segunda etapa Hemerson Maria tentou de todas as formas fazer a equipe ficar mais ofensiva e tirou o zagueiro Danrlei, que atuou como segundo volante, para colocar em seu lugar o atacante Fabinho. Um pouco mais tarde foi a vez de Augusto Cesar entrar na partida para a saída de Eduardo e por fim a na última alteração do Tricolor a saída de Fernando Viana para a entrada de Rafael Costa.
O Joinville pressionou, tentou, brigou, lutou e foi premiado com um gol aos 40 minutos do segundo tempo, em uma jogada que iniciou lá com o goleiro Oliveira, que encontrou Rogério, que passou para Rafael Costa que insistiu muito e no bate e rebate na área a bola sobrou limpa para Augusto Cesar só empurrar para as redes.
O Marcílio Dias perdeu a cabeça com o atacante Schwenck que foi expulso. O Marcílio não teve mais forças para reagir e o placar final foi a vitória do Joinville por 1 a 0. O JEC volta a campo na sexta-feira, 13, ás 19 horas, no estádio Vidal Ramos Junior, em Lages, contra o Internacional.
Ficha Técnica:
JOINVILLE: Oliveira, Guti, Bruno Aguiar, Dráusio e Rogério; Naldo, Danrlei(Fabinho), Marcelo Costa e Eduardo(Augusto Cesar); Bruno Furlan e Fernando Viana(Rafael Costa). Técnico: Hemerson Maria.
Marcílio Dias: Pablo, Thoni, Rogélio, Allyson, Neguete; Mineiro, Leanderson e Athos; Iuri, Schwenck e Soaresm Técnico: Guilherme Macuglia.
Público Pagante: 7.646
Renda: R$ 101.070,00

Compartilhe a Matéria
Rolar para cima