Siga o Tricolor nas Redes

JEC vence, convence e decide em casa

9
Foi a sexta vitória consecutiva, uma arrancada sensacional. Com o resultado da tarde deste domingo, 12, o Joinville vai terminar o hexagonal na primeira colocação, sem poder mais ser alcançado por ninguém.  Com o resultado o Joinville se credenciou a disputar a finalíssima diante de seus torcedores.
Foi uma vitória maiúscula, que mostrou a união e o foco de uma equipe que sempre soube que poderia chegar a final do estadual. O Joinville começou impossível, o Figueirense quando percebeu já perdia por 2 a 0.
Logo de cara, com um minuto de jogo, na cobrança de falta Alef de cabeça abriu o marcador para o Joinville, fazendo a torcida Tricolor ir a loucura. Este foi o primeiro gol de Alef com a camisa Tricolor.
A pressão continuou em aos 8 minutos do primeiro tempo, Rogério, de cabeça, ampliava para o Joinville, 2 a 0. O primeiro gol de Rogério na temporada, o quarto dele com a camisa Tricolor.
A partir desse momento o Figueirense tentou se encontrar e aos 13 do primeiro tempo, Sandro Meira Ricci marcou um pênalti para a equipe visitante. Clayton bateu e descontou 2 a 1.
O Joinville continuou mandando na partida. Logo depois Wellington Saci e Cereceda se desentenderam e o árbitro mostrou cartão amarelo para os dois. Eles continuaram a discussão e Ricci acabou expulsando os dois, Joinville e Figueirense ficavam com 10 jogadores em campo. Saci terá que cumprir duas partidas, a primeira contra o Metropolitano pelo terceiro amarelo e o segundo na primeira partida da final, em Florianópolis, por ter recebido o vermelho.
A primeira etapa terminou com uma pressão do Figueirense, mas com a vitória parcial do Joinville, por 2 a 1.
Na segunda etapa Hemerson Maria colocou Marcelo Costa na partida no lugar de Welinton Junior. O jogo continuava muito igual, mas sem muitas chances de gol, o Joinville procurava explorar o contra ataque.
Aos 23 o àrbitro marcou pênalti do goleiro Aléx em Augusto César. Marcelo Costa com toda a categoria correu para marcar o terceiro do Joinville. O Tricolor estava carimbando a vitória sobre o Figueirense.
As duas equipes não forçaram mais nos minutos finais de partida e o jogo terminou com a vitória do Joinville, que quebrou uma invencibilidade de 12 jogos do Figueirense e aumentou a invencibilidade do Tricolor em sete partidas.
O JEC volta a campo na quarta-feira, pela Copa do Brasil, quando vai enfrentar o Ituano, na Arena Joinville, precisando vencer por 4 a 0 para passar para a próxima fase da competição.
Ficha:
JOINVILLE :Oliveira, Sueliton (Luiz Felipe), Bruno Aguiar, Alef e Rogério; Naldo, Augusto César (Juninho) e Wellington Saci; Tiago Luís, Kempes e Welinton Júnior (Marcelo Costa). Técnico Hemerson Maria
Figueirense : Alex, Jefferson, Nirley, Marquinhas e Mazola; Yago, Fabinho e Cereceda Dudu; Dener e Clayton. Técnico Argel Fucks
 
Público: 10.708
Renda: R$ 157.815,00

Compartilhe a Matéria
Rolar para cima