Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O zagueiro Danrlei e o atacante Aldair, remanescentes do elenco de 2016, conversaram com a imprensa nesta segunda-feira, 9, no CT do Morro do Meio. Os atletas falaram sobre o trabalho de pré-temporada, focado principalmente nos ajustes da preparação física e a expectativa para o início das competições oficiais. “Para todos os jogadores a parte mais dura é a pré-temporada, a gente não vê a hora de começar os jogos, os amistosos. A ansiedade é grande”, disse Danrlei.

O xerife tricolor também destacou como está sendo trabalhar com o técnico Fabinho Santos, que trabalhou nas categorias de base do JEC. “Ele já nos conhece, sabemos o jeito que ele gosta de trabalhar. A união será totalmente diferente, quem sobe da base tem aquele querer a mais, e a gente quer mostrar o nosso futebol. Pra isso acontecer, temos que mostrar nosso melhor dentro de campo”, destacou.

De contrato renovado, Aldair também falou da união do grupo de 2017 e analisou o a parte mais difícil do início de trabalho. “Agora na pré-temporada só não dói o cabelo, é tudo muito desgastante. Mas é importante pro condicionamento da equipe”, brincou.

Aldair ainda comentou suas características de meia-atacante e como pode contribuir com o time neste ano. “Comecei como meio-campo na base, depois joguei de segundo atacante. Ano passado eu fui mais produtivo, fiz oito gols como meia. E neste ano de 2017 posso jogar também pelo lado de campo, vai depender do que o treinador escolher, mas eu me adapto”, disse.

img_9991

Danrlei e Aldair, dois remanescentes de 2016, falaram da pré-temporada puxada e não vêem a hora de a bola rolar (Foto: Beto Lima/JEC.com.br)

Nesta semana a Comissão Técnica realizará trabalhos físicos, técnicos e táticos antes do jogo-treino deste sábado, contra o Paraná Clube, no CT do Morro do Meio.

Clique aqui e ouça na íntegra a coletiva dos dois atletas.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.