Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Em entrevista na tarde desta sexta-feira no CT do Morro do Meio, o técnico Rogério Zimmermann analisou o período de pré-temporada que iniciou nesta semana e, ao todo, terá 49 dias antes da equipe estrear no Campeonato Catarinense 2018. O comandante tricolor falou das atividades programadas para o período e a chegada de novos atletas ao grupo.

Para ouvir a entrevista na íntegra, clique aqui. Abaixo, confira os principais pontos da conversa.

PLANEJAMENTO DA PRÉ-TEMPORADA

“Está tudo dentro do planejamento. Desde os jogadores que nós acompanhamos na Copa Santa Catarina, as duas partidas com os atletas da base, estivemos em todos os treinos e evidentemente, nos dois jogos. O período de observar os jogadores que possam vir a trabalhar aqui, em termos de contratação e esses primeiros dias de trabalho. É claro que o grupo não está formado na sua totalidade, mas o mais importante não é nem começa com o grupo completo, é que os jogadores que estão aqui, a gente ter a certeza que vão fazer uma boa campanha, que vão nos ajudar e ajudar o clube. Ter a certeza dos jogadores que estão aqui que foram boas contratações, ou renovações”.

PARTE TÁTICA

“Não vou falar na questão tática, porque ela depende também das características dos jogadores e quando o grupo estiver completo, com os treinamentos, você pode direcionar. Nas conversas com os jogadores, a gente tem uma ideia muitas vezes como o jogador atua, por ter visto ele jogar contra e tal. E as vezes o jogador também pode ter outro tipo de orientação ou função. Mas o perfil tem que ser competitivo, o fundamental são jogadores competitivos, são jogadores que tem ambição na carreira e esse é um dos itens do perfil que nós queremos trazer. Evidentemente as contratações e renovações estão focadas em jogadores mais experientes, pois temos muitos jogadores de qualidade, mas são muito jovens. Para tentar ter o equilíbrio naquela mescla, para ser um time que se adapte a uma situação”.

TRANSIÇÃO POLÍTICA NO CLUBE

“Essa situação até o momento tem agora pouca interferência. Acho que o pessoal que está aqui e o que vai chegar, estão tendo cuidado. Em relação ao futebol, aos jogadores, eles estão nos dando tranquilidade para trabalhar. Pela confiança que eles têm no grupo e até porque a gente tem seguido aquilo que o clube determinou na nossa chegada. Nisso nós estamos tranquilos, se ocorre as mudanças elas sempre são no sentido de melhorar e a gente tá olhando muito de fora. E o pouco que vemos é todo mundo pensando no bem do clube, numa maneira que as coisas possam ocorrer melhor a partir de agora”.

Rogério Zimmermann terá mais 45 dias de treinos até a estreia do JEC no Campeonato Catarinense 2018 (Foto: Beto Lima/JEC)

PERFIL DOS REFORÇOS

“Acho que a maior dificuldade antes das características é a concorrência. Você tem time de Séria A, Série B e quando você pensa em jogadores para o Joinville, eles devem ser de um bom nível, de alto nível. Aí tem essa concorrência, questão financeira e isso interfere. Não é só o jogador que queremos, ele tem que estar no perfil da parte técnica, tática e também da parte financeira. Especificamente um jogador de lado, de velocidade está sendo muito procurado. Todos os times querem, porque o futebol ficou parecido e eles são especialista em quebra de linha, no um contra um. Nós já temos um excelente atacante, e em grupos que estão formatados essas posições são mais difíceis, por serem mais decisivos”.

CARACTERÍSTICAS PESSOAIS

“Eu prefiro que as pessoas observem mais, tenho muito dificuldade em me definir, embora possa fazer isso. Na verdade, eu acho que um treinador de futebol passa 24 horas pensando e você tenta passar isso também para os seus atletas. No último treinamento que tive com eles, eu disse que tudo que iria passar é um acúmulo de trinta anos no futebol. Então não vou trabalhar com ‘eu acho isso, eu acho aquilo’. Vou passar os exercícios, os trabalhos que deram certo. A pré-temporada não é um laboratório, nós temos que trabalhar na segurança. O estar motivado com o trabalho, com o Joinville é o mais importante para mim. Não adianta só falar para os jogadores, é preciso mostrar isso. A conversa, o discurso com eles dura uns cinco minutos, depois ele vai ver como você age. O principal é isso, ser intenso e fazer bem e respeitar o torcedor que é fundamental para o clube.”

O trabalho de Zimmermann com os atletas não para neste final de semana. O JEC ainda treina na tarde deste sábado e em dois períodos no domingo. Após uma folga ao grupo na segunda-feira, o Tricolor retoma as atividades no CT na terça. O Joinville estreia no Campeonato Catarinense no dia 17 de janeiro, diante do Brusque, na Arena.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.