Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O segundo teste do JEC de Rogério Zimmermann terminou em empate neste sábado, no CT do Morro do Meio. Enfrentando a equipe sub-23 do Atlético-PR – time que irá disputar o Estadual – o Tricolor criou as melhores chances na primeira etapa e viu o goleiro Santos aparecer em diversas oportunidades para evitar o gol do Coelho. Na segunda etapa, com várias modificações, o JEC sofreu um pouco mais e Ribamar aproveitou para abrir o marcador. A equipe do JEC, porém, conseguiu a reação no último minuto, com Marlyson anotando gol de falta para igualar o placar: Joinville 1×1 Atlético-PR.

O JOGO

O JEC começou a partida com a formação que Rogério Zimmermann vem utilizando na maioria dos treinamentos, com: Matheus; Dick, Alisson, Evaldo e Alex Ruan; Michel Schmöller e Eduardo Person; Madson, Murilo Rangel e Thiago Alagoano; Grampola.  O jogo começou bastante disputado fisicamente e o sol forte com o calor de 33ºC esquentaram também os ânimos das equipes, que reclamaram bastante da arbitragem. O esquema do JEC, porém, começou a fluir e a primeira chance clara de gol surgiu aos 19 minutos. Thiago Alagoano invadiu a área pela ponta esquerda e chutou forte, o goleiro Santos deu rebote e na sobra Rafael Grampola emendou de primeira, para nova defesa – espetacular – do arqueiro atleticano. O Tricolor continuou melhor na atividade e por pouco não abriu o placar aos 29 minutos. Madson recebeu em velocidade na ponta direita de ataque, deixou o marcador para trás e bateu colocado de perna esquerda, mas a bola passou rente a trave direita de Santos e foi para fora. Dois minutos depois o JEC quase chegou ao gol em bola parada. Murilo Rangel cobrou escanteio da esquerda e Evaldo subiu mais do que a defesa rubro-negra para cabecear, mas o goleiro Santos novamente fez boa defesa. Aos 37 foi a vez de Alex Ruan construir uma boa jogada individual pela esquerda e lançar Madson em velocidade, o garoto saiu cara-a-cara com o goleiro, mas Santos conseguiu desviar o chute para a linha de fundo. Aos 45, Thiago Alagoano cobrou escanteio na medida e Alisson cabeceou firme, mas a zaga atleticana afastou o perigo em cima da linha.

Na segunda etapa, as duas equipes sentiram o cansaço e poucas oportunidades claras de gol foram criadas. Com as defesas se sobressaindo nas disputas de bola, os treinadores aproveitaram para modificar bastante os times. Aos 32 minutos, Zimmermann mandou o JEC a campo com: Dalberson; Hélder, Lazio, André Baumer e Gustavo; Renan Teixeira e Roberto; Jean Felipe, Marcos Paraná e Breno; Marlyson. O desentrosamento pesou e cinco minutos após a troca, Ribamar aproveitou a bobeira da zaga tricolor para abrir o placar. Após cruzamento da esquerda, o centroavante do Furacão precisou chutar duas vezes para vencer o goleiro Dalberson e balançar as redes. O JEC, porém, não se entregou e foi buscar a reação. Aos 46 minutos, Marcos Paraná foi derrubado na meia-lua da grande área e o árbitro marcou falta. Na cobrança, Marlyson bateu rasteiro e surpreendeu barreira e goleiro adversários. Placar final: Joinville 1×1 Atlético-PR.

Após o jogo-treino, o técnico Rogério Zimmermann avaliou o desempenho da equipe tricolor na atividade. “Foi bom, a gente estabelece objetivos no treino, consegue atingir, hoje a dificuldade já foi maior – não só pelo adversário, mas também pela alta temperatura. Conseguimos movimentar todo mundo, a equipe que entrou depois sofreu o gol mas teve capacidade de reação, e acho que o mais importante é que o treino foi bom e ninguém se lesionou”, resumiu.

O próximo teste do JEC será na quarta-feira, 10, contra o Prudentópolis-PR, na Arena Joinville. Assim como a atividade deste sábado, o duelo terá portões fechados ao torcedor.

Fotos: Beto Lima/JEC

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.